6 de julho de 2016

[Resenhas] Isso Não é Um Seriado Americano, Ítalo Oliveira


Olá pessoal! Tudo bem com vocês? Espero que sim. Cá estou eu para relatar minhas impressões do conto escrito pelo autor nacional de Quando a Neve Cai, Ítalo Oliveira. 

"Por que eu preciso mudar? É tão complicado o “ser diferente” poder ser tratado como um “normal”? Afinal, o que é ser normal?"

Página 5

Isso Não é Um Seriado Americano aborda um tema bastante atual da nossa realidade principalmente entre os jovens do ensino médio, rótulos. Quem nunca se viu adepto a um grupo de pessoas por características em comum ou simplesmente definiu alguém por aparência? É como a protagonista relata, crescemos ouvindo como devemos agir para parecer socialmente aceito e caso isso não aconteça você é automaticamente jogado para "escanteio".
Ally Thomas é exatamente o tipo de garota que foi jogada para o "escanteio". Ela não é bonita como as patricinhas do colégio ou habilidosa suficiente nos estudos para ser considerada "nerd", ela é simplesmente invisível e seu porto seguro são as séries que assiste, principalmente Uncontrollable love, e a estranha, e única, amizade com Madison, uma popular.


"Dizem que toda pessoa tem algum talento escondido, bem, eu não nasci com talentos, mas eu nasci com o dom de ver séries. Eu já perdi a conta de quantas séries eu já assisti na minha vida. Não fazia sentido para mim sair e ir para festas, eu prefiro mil vezes ficar em casa e fazer maratona das séries que eu mais gosto. Eu assisto de tudo, desde séries extremamente românticas até as policias que envolvem seres sobrenaturais."


Página 6 

Ally se vê frustrada quando nota que sua vida não se parece nada com a vida de seus sonhos que certamente se basearia nos seriados que assiste. É a partir disso que ela embarca em uma aventura de autoconhecimento, onde suas expectativas parecem não ser correspondidas assistidas de forma presencial, e ela reconhece que nem sempre o que parece ser, de fato é, afinal a convivência muda tudo.

"[...] Talvez nós sejamos os protagonistas das nossas próprias histórias... Precisamos deixar o tempo nos dar o nosso final feliz."

Página 32

Certamente a mensagem mais profunda do conto é como nós somos os protagonistas das nossas histórias e se algo não está agindo conforme a nossa vontade a culpa não é nada mais, nada menos, que de nós mesmos. Os rótulos sempre irão existir, mas cabe a você decidir se limitar ou inovar na sua forma de ser. 

"Talvez essa seja a verdade, não precisamos do extraordinário para ser felizes, precisamos apenas do necessário." 

Página 15

É isso pessoal, espero que tenham gostado tanto quanto eu. O conto passou a ser um dos meus preferidos e meus sinceros parabéns ao autor pelo trabalho incrível!
E se você está curioso para conhecer a história da Ally o conto estará disponível na Amazon no dia 13 de Julho, vale a pena conferir.

Até a próxima!


2 comentários:

  1. Esse conto é demais!!!!
    Amei a resenha e os quotes escolhidos <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim sim, é maravilhoso ♥
      Muito obrigada, fico feliz que tenha gostado :D

      Excluir

Ei obrigada por comentar, saiba que isso me deixa muito feliz.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...